•  terça-feira, 19 de janeiro de 2021

Campanha nos cruzamentos alerta sobre riscos no trânsito em Jundiaí

Conscientizar de forma descontraída. Desta forma, é realizada desde quarta-feira (25) a campanha educativa “Perceba o risco! Respeite a vida”, iniciativa da Prefeitura de Jundiaí, por meio da Unidade de Gestão de Mobilidade e Transporte (UGMT)/Divisão de Educação de Trânsito. A ação segue até o dia 8 de dezembro nos cruzamentos mais movimentados da cidade e, aos domingos, nos portões do Parque da Cidade.

Vestidos de “clowns” (mímicos) e com faixas, atores da Cia Paulista e agentes de trânsito interagem com motoristas e motociclistas, demonstrando comportamentos incorretos no trânsito, como falta de cinto de segurança (inclusive no banco traseiro), avanço na faixa de pedestre, desrespeito ao semáforo, excesso de velocidade, uso do celular e uso irregular do capacete. O alerta descontraído visa mostrar que comportamentos arriscados no trânsito podem ocasionar acidentes.

“Nos últimos anos, realizamos diversas ações sobre educação no trânsito, com o objetivo de buscar a conscientização dos motoristas e pedestres quanto as questões de segurança, buscando reduzir o número de acidentes e consequentemente de vítimas no trânsito. Desta vez, seguindo todos os protocolos de segurança, a campanha é realizada respeitando o distanciamento social, e não são entregues materiais informativos. Porém, de forma lúcida, passamos a mensagem”, enfatiza o diretor do Departamento de Trânsito, Wlamir Lopes da Costa.

O aposentado José Simões, que também atua como taxista, aprovou a iniciativa. “Tenho CNH desde 1976 e procuro tomar todos os cuidados. O mais importante no trânsito é ter consciência. É sempre bom lembrar as pessoas disso e, por isso, essa campanha é muito importante. As pessoas precisam entender que é necessário respeitar as leis, ter cuidado para evitar acidentes. Se saiu de casa atrasado, não adianta querer compensar correndo”, comentou.

 

Ler Anterior

Transporte: mais linhas terão acréscimos a partir de segunda (30) em Jundiaí

Ler Próxima

Jundiaí é 10ª no Estado na retomada de postos de trabalho formais