•  quarta-feira, 20 de janeiro de 2021
Sinopse: Jezabel

Sinopse: Jezabel

Jezabel é a nova superprodução da Record TV. A novela, A trama é escrita por Cristianne Fridman com direção geral de Alexandre Avancini, tem a história baseada no Livros dos Reis, com a história de Acabe, futuro rei de Israel
Após um acordo entre dois reinos, a dissimulada Jezabel (Lidi Lisboa) se casa com o príncipe Acabe (André Bankoff) e se torna a mais perigosa rainha de Israel.
O sétimo e pior rei de Israel, Acabe deixou-se levar por sua esposa Jezabel, patrocinando a idolatria e a tentativa de extinguir a fé no Deus Único. Egoísta e egocêntrico, se deixou dominar por seus deuses pagãos e culpava Elias e outros profetas pelos infortúnios de Israel.
Aproveitando do perfil fraco e submisso do marido, Jezabel passa a comandar com violência o reino e manipular todos à seu redor, auto-intitulando-se uma grande sacerdotisa e porta-voz divina, além de recorrer à violência e sacrifícios públicos para mostrar seu poder. Ela tem como aliados seu amante Hannibal (Rafael Sardão) e sua melhor amiga, Thanit (Mônica Carvalho), uma mulher vaidosa e ambiciosa, que influencia Jezabel com planos cada vez mais bárbaros. O maior contraponto da rainha é o profeta Elias (Iano Salomão), que tenta desmascará-la e tira-la rainha do poder com o auxílio de diversos aliados. Isso faz com que Jezabel contrate a ninfeta Dido (Juliana Xavier) para seduzir Eliseu (Ronny Kriwat), discípulo de Elias, para descobrir os planos do profeta. Também na luta contra a rainha está Obadias (Juan Alba), administrador do palácio que trabalha como espião e tenta para esconder os profetas, além de viver um drama com suas filhas: Joana (Camila Mayrink) se tornou prostituta e Samira (Laís Pinho) foi sequestrada há anos.

Jezabel: o símbolo do mal
Após a morte do Rei Jeroboão, cada rei que governava o reino de 10 tribos de Israel era mau. O Rei Acabe era o pior de todos. Sabe por quê? Um motivo era sua esposa, a má Rainha Jezabel.
Jezabel não era israelita. Era filha do rei de Sídon. Adorava o deus falso Baal, e conseguiu que Acabe e muitos outros israelitas também adorassem Baal. Jezabel odiava a Jeová e matou muitos profetas dele. Outros tiveram de esconder-se em cavernas para não ser mortos. Quando Jezabel queria algo, até mesmo matava para consegui-lo.
Certo dia, o Rei Acabe estava muito triste. Jezabel perguntou-lhe: ‘Por que está triste hoje?’
‘Por causa do que Nabote me disse’, respondeu Acabe. ‘Eu quis comprar o vinhedo dele. Mas ele me disse não.’
‘Não se preocupe’, respondeu Jezabel. ‘Vou consegui-lo para você.’
Jezabel escreveu então cartas a alguns dos principais na cidade de Nabote. ‘Façam com que homens imprestáveis digam que Nabote amaldiçoou a Deus e o rei’, escreveu ela. ‘Daí, levem Nabote para fora da cidade e o matem a pedradas.’
Logo que Jezabel soube da morte de Nabote, disse a Acabe: ‘Agora, vá tomar posse do vinhedo.’
Jezabel será punida pela coisa horrível que fez. No clímax de sua longa luta para trazer o culto pagão ao reino de Israel, onde o Deus hebraico, o Senhor, é a única divindade, a rainha Jezabel paga um preço terrível.
Após a ação contra Nabote, Jeová mandou o homem Jeú para castigá-la. Quando Jezabel soube da chegada de Jeú, pintou os olhos e procurou fazer-se bonita. Mas, quando Jeú chegou e a viu na janela, clamou para os homens no palácio: ‘Joguem-na para baixo!’
Lançada a partir de uma janela alta, seu corpo inerte é devorado por cães, cumprindo a previsão de Elias, o profeta do Senhor e inimigo de Jezabel.

Ler Anterior

Sinopse: Orfãos da Terra

Ler Próxima

Sinopse: A Dona do Pedaço.